Mulher com em cadeira de rodas olhando um computador.

Quando falamos de empoderamento feminino, falamos da consciência coletiva de ações para fortalecer as mulheres. Falamos de tomar o poder para si, não deixar que os homens exerçam soberania sobre nós nem que acreditem que são melhores. É sobre acreditar e ser capaz de criar seu próprio empreendimento, ser chefe, apresentar suas ideias e confiar no seu potencial.

Quando falamos de empoderamento de pessoas com deficiência, falamos de obter autonomia, oportunidades e garantir espaços acessíveis.

Por que o empoderamento feminino é pouco discutido entre as pessoas com deficiência?

Se você nunca se perguntou sobre isso, é porque ainda está preso no costume de colocar a deficiência na frente da pessoa. Uma deficiência, física ou mental, não define alguém. As mulheres com deficiência também são mulheres e devem buscar o seu empoderamento: podem ser empreendedoras, criadoras de conteúdo, chefes e o que desejarem. 

Para fomentar e discutir esse tema, Elisângela Vasconcelos fez um reels apresentando essa questão. Ela é pedagoga, psicóloga e dona da página @1minutocomelis, que entre tantas abordagens, esclarece questões neuro-motoras da paralisia cerebral. Elisângela agora cria o seu próprio canal no instagram. O vídeo foi repostado pelo Instituto Serendipidade. Assista! 

A ideia é que cada um desenvolva a consciência crítica de perceber os vazios nas discussões e as injustiças no tratamento das pessoas com deficiência. Deixando o capacitismo de lado, é possível ouvir mais, promover trocas e experiências, uma sociedade plural. Que cada mulher se empodere como ela mesma. Sempre é tempo de mudar!

Por Luísa Monte.

ÚLTIMAS DO BLOG

Público no evento "A Virada de Chave"
29/07/22

Sobre sair da comodidade e Virar a Chave

Muitas vezes estamos muito habituados a viver de certa maneira, ter certas crenças, certas preferências e certas prioridades, e não importa o ...

Henri Zylberstajn fazendo gesto de comemoração.
27/09/22

4 anos do Instituto Serendipidade

Serendipidade: “ato de fazer felizes descobertas ao acaso” O nome do nosso Instituto não poderia ser outro!   Foi por causa de um ...

5 crianças sentadas estudando, desenhando e sorrindo.
27/09/22

7 anos da Lei Brasileira de Inclusão

  No dia 6 de julho de 2015 foi editada a LBI (Lei Brasileira de Inclusão), composta por um conjunto de normas, que  assegura e promove, ...

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Fique por dentro das novidades do Instituto!